Endometriose

 

Endometriose é uma doença ginecológica comum que atinge cerca de 5% a 15% das mulheres no período reprodutivo e até 3% a 5% na fase pós-menopausa.

 

É uma das principais causas de infertilidade, podendo cursar com cólicas menstruais severas, dores abdominais fora do período menstrual, dores nas relações sexuais, bem como sintomas intestinais e urinários, sendo causa importante de prejuízo na qualidade de vida.

 

Estima-se que o número de mulheres com o problema seja de 6 milhões no Brasil , 10 milhões nos EUA e mais de 70 milhões no mundo, sendo uma das principais causas de hospitalização ginecológica.

 

A endometriose é uma doença caracterizada pela existência do endométrio (tecido que reveste a cavidade uterina) fora do útero. Quando isso ocorre, pode haver comprometimento de diversos tecidos e órgãos abdominais dentre os quais ovários, peritônio (tecido que reveste os órgãos abdominais), região retro cervical (atrás do colo do útero), intestino grosso (reto/sigmoide), intestino delgado (íleo), apêndice, bexiga e vias urinárias.

 

Para definir o tratamento mais adequado para cada caso é fundamental que a paciente seja avaliada por equipe que ofereça experiência em exames de imagem para endometriose, cirurgia minimamente invasiva e tratamento de fertilidade.